Ciências Contábeis

O Curso

O curso de Ciências Contábeis está voltado para quem é detalhista, tenha afinidade com números e que procure estar sempre atualizado. Os profissionais formados nesta área têm sob sua responsabilidade consolidar as informações financeiras das organizações, provendo aos gestores dados fundamentais para a tomada de decisões. Tais profissionais podem atuar como funcionários de organizações privadas, públicas ou do terceiro setor ou ainda como profissionais liberais, prestando serviços contábeis e de suporte à gestão. Todas organizações, independentemente de seu porte ou ramo de atividade, precisam ter um Contador, que é o profissional formado pelo curso de Ciências Contábeis.

O curso de Ciências Contábeis da FADEP promove comportamentos empreendedores e inovadores através de métodos dinâmicos e atualizados de ensino. Seu corpo docente é formado por professores com titulação acadêmica e atuação na área, permitindo uma integração maior entre a teoria e a prática.

Perfil do egresso

Profissionais éticos, aptos a compreender os fundamentos científicos, técnicos, sociais e econômicos da contabilidade, qualificados para atuar de maneira reflexiva, contextualizada e crítica, com flexibilidade intelectual e adaptabilidade às diversas situações presentes nos vários segmentos do campo de atuação da Ciência Contábil. Tais profissionais estão em sintonia com as necessidades do mundo atual, sabendo agir não só em conformidade com o mundo, mas também contribuindo para transformá-lo.

Áreas de atuação

Existem mais de 30 áreas nas quais o profissional de Contabilidade pode atuar. Como exemplo, pode-se destacar as seguintes:

• Profissional Liberal:  Empresário Contábil, Auditor Independente, Consultor, Perito

• Setor Privado:  Contador, Auditor Interno, Controller, Planejador Tributário

• Setor Público:  Controle Interno, Contador Público, Agente Fiscal 

• Ensino:  Professor, Pesquisador

Remuneração

Os valores podem variar conforme a região, porte da empresa, experiência e competências. Pesquisa da Revista Você S/A indicava, em 2016, as seguintes faixas de remuneração para as áreas Contábil, Fiscal e Financeira, que são onde normalmente o Contador atua:

  • Início de carreira (júnior): de R$ 2,6 mil a R$ 4,0 mil
  • Pleno: de R$ 3,5 mil a R$ 6,5 mil
  • Sênior: de R$ 5,0 mil a R$ 10,0 mil
  • Coordenador: de R$ 6,1 mil a R$ 14,0 mil
  • Gerente: de R$ 10,0 a R$ 26,0 mil
  • Diretor: de R$ 18,0 mil a R$ 75,0 mil

Mercado de Trabalho

O Mercado de Trabalho do Contador no Brasil é bastante amplo e vem crescendo cada vez mais. Este profissional deixou de ser apenas o “Guarda-Livros” do passado, encarregado de atender às exigências legais de apuração e recolhimento de tributos para se transformar em um provedor de informações vitais à tomada de decisão.

Esta transformação veio de encontro à realidade que já existia em países desenvolvidos, onde sempre se valorizou muito o profissional de Contabilidade. Como exemplo desta valorização, Warren Buffett, que foi considerando pela Revista Forbes como o homem mais rico do mundo, dizia que “a Contabilidade é linguagem dos negócios; sem ela não se conhece a saúde da empresa, não se toma decisões”.

Um outro indicador da valorização deste profissional é com relação às responsabilidades das organizações em realizar uma gestão transparente e onde a corrupção não evolua. O Decreto nº 8.420 (“Lei Anticorrupção”) define que empresas envolvidas em atos de corrupção podem ser penalizadas com multas de até 20% de seu faturamento bruto anual. É ao profissional de Contabilidade que cabe a responsabilidade de garantir a boa conduta da empresa, evitando que recursos sejam desviados, ao trabalhar com os números de maneira transparente.

Formas de acesso

O ingresso no curso de Graduação em Ciências Contábeis da FADEP é feito mediante processos de seleção e admissão nos termos da legislação vigente ou por outro processo previsto em lei, todos estes pontos documentados na Resolução 014/02-CAS.

O Processo de seleção para o curso de Graduação em Ciências Contábeis da FADEP far-se-á por duas modalidades: Processo Seletivo classificatório de provas escritas e Processo Seletivo classificatório utilizando-se do Exame Nacional do Ensino Médio ENEM.

O processo seletivo classificatório da Faculdade de Pato Branco consta de provas que versam sobre as matérias do núcleo comum obrigatório, garantindo a abrangência do conteúdo curricular e pela utilização do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. As questões das provas, com exceção da Redação são de múltipla escolha e versam sobre o conteúdo dos programas constantes no Manual de Instruções do Candidato. O processo seletivo utilizando-se do ENEM consta da verificação da somatória referente à prova de Redação e prova de Conhecimentos Gerais, sendo a pontuação mínima necessária para obter classificação igual ou superior a 80,0 (oitenta).

A FADEP também oportuniza o ingresso de acadêmicos através do PROUNI - Programa Universidade para Todos, criado pela MP nº 213/2004 e institucionalizado pela Lei nº 11.096, de 13 de janeiro de 2005 que tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de baixa renda, em cursos de graduação e seqüenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior, oferecendo, em contrapartida, isenção de alguns tributos àquelas que aderirem ao Programa. O curso de Graduação em Ciências Contábeis também receberá acadêmicos contemplados pelas bolsas do PROUNI. As vagas remanescentes são preenchidas na seguinte ordem de prioridade: transferência, reintegração, aproveitamento de curso e reopção. É de responsabilidade do coordenador de curso selecionar os candidatos às vagas remanescentes, efetuando a análise dos processos.

O ingresso por meio de transferência - dispositivo regulamentado que possibilita aos alunos transferirem-se de uma Instituição de Ensino Superior (oriundo de um curso devidamente reconhecido e/ou autorizado) para outra, caso haja vagas – deve obedecer alguns critérios, como a análise dos pedidos pelo coordenador do curso, sendo que a este cabe definir o período no qual o aluno será matriculado. O coordenador também deverá, juntamente com os professores, elaborar o plano de estudos a ser cumprido pelo aluno transferido durante o período de adaptação ao currículo do curso; quando necessário, a transferência será condicionada à complementação da carga horária e dos conteúdos definidos nos respectivos planos de ensino; Caso a coordenação considere necessária, poderá realizar entrevista com os candidatos. Havendo mais candidatos do que vagas, a escolha seguirá os critérios definidos pela Resolução 026/02 - COSEPE.

Candidatos já portadores de diplomas superiores também poderão ingressar no curso de Graduação em Ciências Contábeis da FADEP, se existirem vagas, após as matrículas dos alunos regulares. O portador de diploma de curso superior devidamente registrado pode, independente de processo de seleção e admissão, solicitar ingresso, sempre que houver vagas iniciais remanescentes. Para tal o candidato deve protocolar seu pedido acompanhado da cópia autenticada do diploma devidamente registrado, do histórico escolar e, quando for o caso, dos programas necessários para fins de equivalência de disciplina. O deferimento do pedido é da competência da coordenação do curso que indicará as disciplinas dispensadas encaminhando o processo a Secretaria Geral nos prazos previstos para matrícula.

Pessoas não integrantes do corpo discente regular do curso de Graduação em Ciências Contábeis da FADEP podem cursar disciplina(s) isolada(s). Porém é vedada a figura do aluno ouvinte. É permitida a matrícula em disciplinas isoladas a pessoas não integrantes do corpo discente regular do curso de Ciências Contábeis da FADEP, portadores, no mínimo, de certificados de conclusão do Ensino Médio, sem exigência da classificação em processo de seleção e admissão, para complementação e/ou atualização de conhecimentos, sendo que o número máximo de disciplinas isoladas a serem cursadas, simultaneamente, pelo interessado, em cada período letivo é igual a três. Nestes casos os processos serão analisados pela coordenação do curso, que levará em conta a existência de vaga, além das características das disciplinas. A aprovação em disciplina isolada, não assegura o direito a diploma de graduação, mas, unicamente, ao certificado comprobatório destas disciplinas cursadas, ressalvados os casos em que haja posterior ingresso regular no curso.